segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Nuvens de inspiração

Quando as nuvens de inspiração não se formam,
É seca certa no sertão da poesia.
Tudo se esvazia  palavras ficam ocas,
Flores de sentimentos perdem o perfume,
O céu da emoção esvazia seu lume,
A fome da criação assola o verso.
Mas será que tudo será perdido?
Vou fazer um pedido a um doce cupido,
Pra flexar com a leveza meu coração
Fertilizando a sensação de um novo poema.

Manu Kelé!


Nenhum comentário:

Postar um comentário