sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Atemporal

Existe tempo na poesia?
Quando amanhecia era lua cheia,
Quando anoitecia sol que me alumeia,
O sonho deixou o verbo atemporal
Nada de normal no coração,
O vulcão da paixão,
Explodiu em mim,
Mundo sem tempo,
O cheiro do vento,
Perfumou as palavras!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário