domingo, 22 de dezembro de 2013

Quero poema

Quero poema por favor,
De palavra seca ou molhada,
Dourada ao sol,
Ou marcada de espumas do mar.

Quero poema por favor,
Que revele amor,
Congele violência,
Que tenha paciência,
De uma criança a brincar.

Quero por favor um poema,
Que enlouqueça o verbo,
Que vibre cores,
Toque sabores,
Que te faça feliz.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário