domingo, 22 de dezembro de 2013

Poética na alma

Era um menino,
Encantador de lua,
Quando era cheia ou nua,
Ele afiava o verso.
Sentimentos laminados,
Lapidavam as palavras,
Crescentes noites,
Salpicadas de estrelas,
Balançavam os sonhos do menino,
E ele sorrindo,
Acordava o dia,
Semeando poética na alma.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário