sexta-feira, 17 de julho de 2015

Sol a brilhar de amor

O céu castanho dos teus olhos
Impõe a distancia entre o poema
E o beijo que ainda não te deu
Mas um dia azul vai chegar
E num feriado ensolarado
Estarei ao teu lado
Camisa de flores
Alma derretida
Paixão ascendida
Sol a brilhar de amor.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário