segunda-feira, 6 de julho de 2015

Céu do pensamento

Saudade é a falta que arde
Nas palavras e no verbo
Poema quase sem palavras
Vazio mar
Silêncio de descolorir o céu do pensamento.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário