segunda-feira, 13 de abril de 2015

Quem explica a magia do verbo?

Dentro do olhar
Um rio de flores
Dentro do pensar
Um mar de amores.

Quem explica a magia do verbo?
A dialética do verso?
Que faz-se em sons diminutas?

Dentro do poema
Palavras suaves
Dentro do sistema
Injustiças graves.

Dentro dos sóis
Desejos intermináveis
Dentro de nós uma certeza
Os maiores miseráveis são os vazios de amor!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário