quarta-feira, 15 de abril de 2015

Nem sei

Nem sei mesmo se é saudade, mas a tua falta doí até mesmo nas palavras que ainda não pensei.
Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário