terça-feira, 28 de abril de 2015

Meu destino

O frio que faz nas palavras
Doí até na inspiração
Fico a contar estrelas
Tentando amenizar a saudade
Que arde no verbo num ritmo cadenciado
O verso fica acordado
Noites a fio
E no amanhecer das palavras
O sol da esperança
É a certeza
Meu destino vai te encontrar.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário