terça-feira, 21 de abril de 2015

Cores do dia

Quando não sei escrever um poema sinto o cheiro das cores do dia e o verbo transborda de alegria!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário