segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Porta aberta

Que pedaços de poesia poderia te entregar?
Conchas de água marinha,
Lindas estrelas do mar?
Que retalho de sentimento cabe em teu coração?
O beijo que não te dei,
A doce emoção de esperar?
Que quadro formará nosso olhar?
Céu de desejo do encontro,
Quatro pontos de uma estrada solar?
Nem quero tecer reposta certa,
Quero ficar de porta aberta
Pra inspiração acontecer.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário