quinta-feira, 20 de março de 2014

Um milhão de poemas

Um lago de palavras,
Molhou minha poesia,
Não uso gíria,
Nem a dor me contagia,
Eu peixe voando,
Entre a liberdade e o verbo,
Se as vezes os versos se desencantam,
Sentir é quase sempre maior,
Que um milhão de poemas.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário