domingo, 28 de julho de 2013

Todos os desejos

Quando não tenho palavras,
Faço poesia com o vento,
Apago o tempo,
Esvazio a memória.
Gloria de poeta é sentir,
Mesmo que seja nada,
O oco do mundo,
Por infinitos segundos,
Desfazer todos os desejos.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário