terça-feira, 24 de março de 2015

Palavras rasgadas

Palavras rasgadas não conseguem dar tom ao poema,
Nem vale a pena preocupar-se com a perfeição do verbo
O verso torto pode consertar o coração
Se tem emoção é tão bom quanto o mar
Mas vos digo amar é melhor que ganhar dinheiro
O mundo inteiro pensa o contrário
E os otários ricos do capitalismo
Continuam com o profundo egoísmo
De acabar de modo naturalíssimo
Com a partilha dos bens por todos os trabalhadores produzidos.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário