sexta-feira, 13 de junho de 2014

Quilombo perfeito

Me sinto suave como uma nuvem cigana,
Você não me engana com palavras pesadas,
De cortar o coração,
Minha emoção é mais voltada para o céu de acordes dissonantes,
Lugar onde pássaros coloridos adivinham a paz,
E aí rapaz pra você que pensa que trabalhar é tudo,
Fico é mudo com o balanço do mar,
É que silenciar me faz produzir muito mais,
Do que trabalhar ao sol da exploração,
Então nessas épocas de temporais liberdade,
Quero mais é fazer um perfeito quilombo  ,
E sentir no meu peito  somente o peso leve do amor.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário