quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Pintura viva

Sem palavras,
Sinto o azul do céu em mim,
A boca gelada,
Sorvete de cajá,
E o mar tão perto,
Que as espumas tocam as palavras que falo,
É como a vida fosse o colorido,
Do gosto do sol,
Do cheiro das ondas,
Do sonho acordado,
Mar aberto,
Poema certo pintura viva!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário