sábado, 18 de maio de 2013

Ponteiros molhados

O tempo escorre chuva de emoção,
Ponteiros molhados esfriam os segundos,
Tremulando num profundo azul,
A saudade doí alegre e triste,
Refletida no espelho da alma...

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário