sábado, 18 de maio de 2013

Papel quase vivo

,

Subia ao céu em papel quase vivo,
Movida pelo vento das aventuras,
Gostava das alturas
Dançava sob a emoção...

Eu menino,
Poesia ação viver,
A magia de brincar,
Construia o meu ser...

Meus olhos coloridos,
Som do sol acalentando,
A natureza iluminando,
Toda viagem dentro em mim...

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário