quarta-feira, 15 de maio de 2013

Poema azul

Nenhuma palavra me procurou,
Soprou cores,
Vibrou sabores,
Respirou pensamento...

Palavra alguma aconteceu,
Ventou mar,
Beijou ar,
Acalmou saudade...

Nenhuma palavra todo sentido,
O som do céu,
Todo véu,
Silêncioso poema azul...

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário