domingo, 10 de julho de 2016

No coração do poeta

Palavras viram nuvens
Palavras chovem
Elas dão flores e frutos
Iluminam o amor
Acalmam o ódio
Mudam vidas
Melhoram almas
Palavras movem o infinito
Quando o verso é bonito
Soprado do mais profundo lugar
Que há no coração do poeta.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário