segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Cores brilhando no ar

Quero palavras molhadas pra esquentar a noite
Quero palavras aquecidas pra colorir o dia
Quero o verbo voando de emoção
O coração do poema batendo mais forte
A poesia vindo de dentro
Da alma com suas cores brilhando no ar.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário