sábado, 27 de setembro de 2014

Livre mente

A suavidade das palavras acalma a paixão?
O coração resiste o dengo e ao toque sincero?
Singelo é o poema que não quer desvendar os mistérios do gostar,
Melhor degustar a imaginação livre mente vento a fora!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário