sábado, 9 de agosto de 2014

Poema louco

Procuro palavras suaves pra acalmar meu cansaço,
Desfaço poemas inacabados por pura preguiça,
Se atiçar o fogo no azul?
Qual cor refletirá nos teus olhos?
Nem quero descobrir,
Nesse poema louco quero o ministério das estrelas,
Acreditando que sua substância brilha em nós
Corpo, alma transcendência!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário