quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Amor proibido

Na caverna o segredo,
Sombras sem medo,
Desde os primórdios,
Já ardia o amor proibido,
Chama de sol sem fim,
Gelo de imenso frio,
Rio ao mar de amar,
Proibido é melhor,
Sentidos ficam em cores dissonantes,
Acertos errantes,
prazeres destilados,
No fio cortante da paixão.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário