terça-feira, 12 de agosto de 2014

Louco verbo

Louco é o verbo que não se cala,
O som das cores me faz  brilhar na noite,
Resplandece na imaginação a esperança,
Em algum lugar do tempo ficaremos juntos,
Não terei pressa,
Amanhã vamos respirar o mesmo ar,
Cobertos do mesmo desejo,
Amaremos juntos o destino,
Mereceremos o calor do sol,
Esqueceremos todas as bobagens,
Louvaremos toda verdade,
O amor nasceu pra se cumprir.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário