segunda-feira, 8 de abril de 2013

Poente roseo

Eu caminhava por girassóis,
Incendiados do teu olhar,
Era poente roseo,
Passaros pairavam sobre céu,
Cantavam tua beleza sem parar,
Era um som vibrante,
De acordes dissonantes,
Gigantes ondas coloridas,
Perfumavam de borboletas,
Todo jandim,
Tudo tão assim,
Que eu flutuava,
Voava sem asas,
Num sonho sem fim.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário