segunda-feira, 29 de abril de 2013

Estrela fria

Era quase noite, uma estrela ainda fria, iluminava a noite chorosa, pra surpresa de todos, estava tudo molhado de alegria, pois faziam dias que a chuva caia em todo Sertão. Os sapos já começavam cantar:
"- Tião,
- Oi ,
- compraste?
- comprei,
- pagaste?
- paguei,
- Me diz quanto foi?
- Foi quinhentos rez."
O povo fez a festa, samba,forró e baião,
No coração do mundo bateu um desejo profundo,
De expressar uma grande verdade,
O povo vive a cruel realiade,
De esperar na fé a vontade de Deus!

Manu Kelé!




Nenhum comentário:

Postar um comentário