sábado, 16 de julho de 2011

Poema quente

Da espera o sol,
Um poema quente,
Sorvete derretido
Beijo chocolate,

Do brilho o olhar,
A cor do flamboyant,
Na minha boca o teu baton,
Coração a mil.

Da energia o encontro,
Abraço apertado,
Estando ao teu lado,
Sou felicidade.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário