segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Nem sei dizer porque

O gosto de cada palavra
Foi ficando em minha boca
Sensação maravilhosa
Prosa dos sentidos
Meus ouvidos presenciaram todo silêncio
E calmamente não me saiu nem saí da mente
Amo você nem sei dizer porque!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário