domingo, 28 de agosto de 2016

Desconserto

Passam portas
Chegam asas
Ficam voos
Vão caminhos
Estou sóis
Estou luas
Acendo becos
A geografia
As tuas ruas
Estou nada
Estou tudo
Estou mudo
Estou poeta
Estou palavra
O infinito
De todo amor
O mais bonito.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário