quarta-feira, 8 de junho de 2016

Humanamente

Tem dias que esqueço as horas
Deixo o tempo me levar
Viagem a dentro a imaginar
Como seria viver só de amar?
Mar de felicidade?
Uma cidade com todos iguais?
Sem sangue nos jornais?
Sem cobiça?
Sem injustiça?
Seria legal
Todos vivendo humanamente normal
Sem a exploração selvagem do capital.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário