sábado, 29 de junho de 2013

Descaminhos da palavra

Nos descaminhos da palavra,
Encontro cores que falam,
Flores que cantam,
Céu azulado de som.

Nos descaminhos da palavra,
Afino meu silêncio,
Miacouteando versos,
Faço dançar o vazio.

Nos descaminhos da palavra,
Sinto dor e alegria,
Em luz estrela magia
Cortando esse poema em luz.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário