quinta-feira, 26 de julho de 2012

Clarão da noite










Em volta tudo apagado,
A noite me ascendia,
Estrela em sua magia,
A lua fiapo no céu.

Foi um azul nunca visto,
Poema lindo perfeito,
O silencio soando no peito,
Musica a rodar na alma.

O clarão da noite fez dia,
Cruz credo, Ave Maria,
Quadro divino real.

Manu Kelé!

Um comentário:

  1. perfeitooooo..parabéns, voçê é D++++++...

    ResponderExcluir