segunda-feira, 30 de julho de 2012

Castelos de silêncio

Construir castelos de silêncio,
Calar a voz do tempo,
Apagar o som do vento,
Respirar o nada...

Flutuar o inexistente,
Esquecer o coração,
Acalmar a emoção,
Poetizar sem palavras...

A tudo desconhecer
Mergulhar vazio profundo,
Desinternalizar o mundo,
Pra só pensar em você!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário