quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Sereia

Uma flor no cabelo,
Cheiro de sereia,
Mar de mulher,
Ondas de desejo,
Sorriso terno,
No olhar as doces
E mágicas ondas do amor...
Seja como for,
Nasceu poesia,
E no dia a dia,
Se encanta
Pra fazer despertar versos
De palavra em palavra,
Faz vibrar os corações!

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário