quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Alma mergulhada

Meio dia e vinte e oito
O segundos estão passando apressados
Melhor que fosse tudo silêncio
Extremo vázio de preocupação
O coração batendo simplesmente
A mente tranquila calma
A alma mergulhada na certeza da paz.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário