sábado, 2 de fevereiro de 2013

Asas do ar

Nas profundezas céu e palavra,
Nas noites quentes as cores do amor,
Frutos ardentes do sol madrugada,
Flor acalmando tristeza e dor.
Nas ternas asas do ar a beleza,
Toda certeza do eterno gostar,
E eu viajo na pura poesia,
Fazendo festa no teu olhar.

Manu Kelé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário