quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Saudade diferente

Saudade que vem diferente,
Aperta o coração da gente,
Faz o tempo crescer em nós.
Voz de poema e lágrima,
Memória que a verdade guarda,
Sentido solto no ar.
E tudo sem você é triste,
Mesmo o céu ou o mar,
Ai me diz o que faço,
Se longe perco meu passo,
E perto só quero te amar!

Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário