segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Afro brasileiro

Sou filho da África,
Memória da mãe é a pele,
É preciso que a gente revele,
A beleza que tem.

Meu coração
Bate afro brasileiro,
Como um pandeiro
Toca samba e boi.

Capoeira de coração,
É o amor combate a dor,
O preconceito de cor,
E torna todos irmãos.

Manu Kelé

Um comentário:

  1. Fala de RAÇA,
    do que pulsa o coração:
    de Vida!

    ResponderExcluir