quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Não tenho tempo pra poesia

Não tenho tempo pra poesia,
Sem palavras...
O sentimento fica tonto,
Rodopiando qual pião desgovernado,
Brincadeira girada na cabeça!

Não tenho tempo pra poesia,
Mesmo assim o coração fala,
E chove cores da imaginação!

Não tenho tempo pra poesia,
Nos últimos segundos,
Só consigo respirar
O sufoco reprimido das palavras!

Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário