quarta-feira, 13 de maio de 2009

Mudo poema!

O cheiro da tua respiração no beijo!
O desejo escorrendo feito rio,
No coração o desafio,
Te amar a cada segundo.

Eu mudo e sem palavras,
Curtindo o infinito poema,
Que só valerá a pena,
Se tudo se repetir!

Manu Kelé

Nenhum comentário:

Postar um comentário